quarta-feira, 29 de julho de 2015

MENSAGEM DO DIA - SONHOS DESFEITOS

Hoje, a coisa não está boa, não é? 

Você lutou, deu tudo por tudo, mas o seu sonho não passou disso mesmo, ficou feito sonho, sem se tornar realidade.
Então vamos lá, você tem direito a chorar, xingar, trepar as paredes.
Já fez isso tudo? Bem, então agora respire profundamente. Uma, duas, três, mil vezes, se for necessário, até se acalmar.
A vida nem sempre ou, mesmo, a maioria das vezes não é como queríamos e sonhávamos.
Você não controla a passagem do tempo, o calor ou o frio, o vento, nem os outros
Muitas vezes, nem consegue controlar-se a si próprio.
Então, pense comigo. Você ficou profundamente infeliz porque o seu sonho, ou nenhum dos seus sonhos se realizou, certo? 
Vamos fazer o quê? Ficar eternamente chorando num canto, achando que somos as criaturas mais burras, mais incompetentes ou mais sem sorte do mundo, ou, então,  maltratando os outros que nos rodeiam?
Imagine que perdia todo o seu dinheiro. A sua conta bancária ficava a zeros e a sua carteira vazia.
O que faria? Gritava e xingava o Banco ou a sua carteira, até que aparecesse dinheiro?
Claro que não, você não é idiota e sabe que por mais que gritasse e xingasse o dinheiro não ia aparecer nem no banco, nem na sua carteira.
Nesta situação, que opções você tinha:

  • Procurar um trabalho, em qualquer lugar;
  • Criar o seu próprio trabalho, de acordo com as suas habilidades e competências;
  • Recorrer aos apoios sociais;
  • Vender alguns dos seus bens com valor;
  • Pedir ajuda à família ou aos amigos;
  • Pôr-se a chorar num canto, à espera que se desse um milagre;
  • Pedir esmola;
  • Fazer um assalto;
  • Outras opções que lhe ocorressem.
Você pode adaptar estas opções a qualquer situação da sua vida, que não esteja a correr de acordo com os seus esforços, projetos ou sonhos.
Cabe-lhe a si encontrar as melhores soluções e fazer as suas escolhas.
Mas, primeiro que tudo, você tem que aprender a controlar as suas emoções. Enquanto não for capaz de o fazer, terá muita dificuldade em fazer raciocínios lógicos, objetivos e realistas.
Pare de sentir pena de si mesmo. Concentre-se nos seus pontos fortes, nas suas habilidades e capacidades. 
Procure perceber que oportunidades existem à sua volta. Para isso vai ter que investigar, procurar, projetar.
Não sonhe impossíveis. Foque-se em objetivos. Faça um projeto. 
Seja ele um projeto de trabalho, familiar, social ou de vida. Avalie os seus pontos fortes e os fracos e as oportunidades e riscos ou ameaças que o rodeiam.

Para controlar as suas emoções, tente meditar (é tanto mais difícil, quanto mais carregados de emoções estivermos). 
Simultaneamente ou alternativamente, tente ouvir música calma, própria para a meditação e relaxamento, durante o maior número de horas que lhe for possível. 
A princípio, não vai notar nada, mas quanto mais horas estiver a ouvir esse tipo de música, mais o seu cérebro será capaz de controlar as emoções. 
Com o passar dos dias, vai sentir-se cada vez mais calmo, mais racional, mais capaz de enfrentar os problemas. Não deixe que os seus problemas o controlem.
Há muita coisa que não está na sua mão, mas a forma como você lida com os seus problemas, fracassos ou perdas só depende de si.
Este é um bom exemplo do tipo de música que acalmará o seu cérebro, mas existem milhares de outras.



Para finalizar, partilho convosco mais um texto inspirador da Vanessa de Oliveira


A VIDA MUDA

Um dia, quando os funcionários chegaram para trabalhar, encontraram na portaria um cartaz enorme, no qual estava escrito:
"Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida na Empresa. Você está convidado para o velório na quadra de esportes".
No início, todos se entristeceram com a morte de alguém, mas depois de algum tempo, ficaram curiosos para saber quem estava atrapalhando sua vida e bloqueando seu crescimento na empresa.
A agitação na quadra de esportes era tão grande, que foi preciso chamar os seguranças para organizar a fila do velório.
Conforme as pessoas iam se aproximando do caixão, a excitação aumentava:
-Quem será que estava atrapalhando o meu progresso?
- Ainda bem que esse infeliz morreu!
Um a um, os funcionários, agitados, se aproximavam do caixão, olhavam pelo visor do caixão a fim de reconhecer o defunto, engoliam em seco e saiam de cabeça abaixada, sem nada falar uns com os outros.
Ficavam no mais absoluto silêncio, como se tivessem sido atingidos no fundo da alma e dirigiam-se para suas salas.
Todos, muito curiosos mantinham-se na fila até chegar a sua vez de verificar quem estava no caixão e que tinha atrapalhado tanto a cada um deles.
A pergunta ecoava na mente de todos: "Quem está nesse caixão"?
No visor do caixão havia um espelho e cada um via a si mesmo ...
Só existe uma pessoa capaz de limitar seu crescimento: VOCÊ MESMO!
Você é a única pessoa que pode fazer a revolução de sua vida.
Você é a única pessoa que pode prejudicar a sua vida.
Você é a única pessoa que pode ajudar a si mesmo.
"SUA VIDA NÃO MUDA QUANDO SEU CHEFE MUDA, QUANDO SUA EMPRESA MUDA, QUANDO SEUS PAIS MUDAM, QUANDO SEU(SUA) NAMORADO(A) MUDA. SUA VIDA MUDA ... QUANDO VOCÊ MUDA!
VOCÊ É O ÚNICO RESPONSÁVEL POR ELA."
O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos.
A maneira como você encara a vida é que faz toda diferença. 
A vida muda, quando "você muda".

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os seu comentários, sugestões, pedidos de partilha, etc. são, para além de muito bem-vindos, essenciais para que seja possível atingir os objetivos para os quais este blog foi criado.